9 de mar de 2012

Incrivelmente louco o mundo que me habita, o mundo onde resido,resíduo de um todo... Cada mania com seu louco, eu vejo o quanto evoluo a cada dia. Meus horizontes, me elevam a novos horizontes, belos horizontes, minas de ouro, riquezas incalculáveis a cada nova jornada; encontro em mim, o que tenho de melhor a cada amanhecer e também encontro o melhor de cada um que caminha junto. Cresço a cada nova experiência, inclusive e principalmente as mais inusitadas, como a que eu vivo agora... Nunca imaginei, que eu poderia vencer meus próprios medos e encara-los tão de perto, mas eis-me aqui, a salvo de mim mesmo, a salvo de meus preconceitos e conceitos deturpados... Parei um tempo de escrever nesse blog, estava me recompondo, ou talvez compondo um Eu mais exato, centrado e experiente e espero poder partilhar novos belos surtos e belos poemas, mais maduros em sentir, mais soltos no sorrir, mais intensos... Eis-me aqui, mundo...