18 de ago de 2010

POLITICANALHA




Mais uma eleição...
E continuamos perdidos
Brasil,
País já falido
Por tanta corrupção.
Aqui é lugar de ladrão.
Mas não dos pés de chinelo,
E sim, daqueles de ternos,
Gravatas, cueca e mensalão.
Abaixo a corrupção?!
Mas isso é culpa sua... É minha...
É de todos.
Todos nós que votamos...
Lembra?
Naquele outro ano,
Outro ano de eleição?
Sou burro sim.
Corrupto não...
É assim que senti
Com o mensalão.
Afinal...
Não somos culpados?
Cúmplices?
Foi nosso voto;
Nosso veto
Para o futuro.
Eu protesto
Inseguro,
Pois ainda não sei
Em quem votarei,
Nem se votarei certo...
Afinal, qual o correto?
E, aliás...
Alguém honesto?




2 comentários:

  1. Con lo bonito que es Brasil... Todos los paises deberían implicarse en dar una solución para que las grandes potencias no sigan llevándose su riqueza.

    ResponderExcluir
  2. Oi :) Obrigada pelo elogio. Vim aqui te visitar, gostei da tua escrita, que é bem clara :)

    Sabe, já que você também escreve, vou te confessar uma coisa. Eu tenho uma sensibilidade fdp, daquelas que na mente, entende pensamentos complexos e que na hora de escrever, crio um turbilhão, cheio de emaranhados - tais como os que temos em nossas vidas - e acho difícil escrever sobre um tema só quando ele faz parte de uma teia. E por isso, acabo escrevendo muito.

    Esse post, foi uma crítica minha, particular, sobre "conveniências" - assunto que independente de eleição e religião, é prato típico dessa terra.

    A questão de fazer o sinal da cruz, é apenas uma ilustração. Do mesmo jeito que falei sobre o Serra de repente, querer visitar um terreiro de Umbanda, se vestir de branco, dar passe. Ou ainda mesmo, se ambos fossem vegetarianos e resolvessem comer um sanduíche de mortadela no mercadão de SP durante uma carreata.

    Em um outro post, abaixo desse aqui, escrevi também sobre as eleições, e concordo com ti sobre o próximo presidente "ser o laranja da vez". É fato que, tirando o F.Collor que em apenas 1 dia conseguiu uma mobilização conveniente mais eficiente; 4 anos é pouco tempo para se implantar tudo o que é dito em uma campanha eleitoral. Então, nesse sentido, é indiferente em quem votar.

    MAS, não esquecendo a história dos partidos, PT e PSDB têm perfis distintos, e já ficou claro em alguns debates que a Dilma não é quem decide, ela é a boneca do partido - que tem Z.Dirceu e Palloci como conselheiros - dá medo. O PSDB, com sua história cheia de feitos mas nada radical, é um porto seguro em um futuro que pode não ser tão seguro.

    Eu sou Marina, não mudei minha opinião. Mas algo me diz, que no fim, o PT só quer continuar no poder, pelo simples prazer de ter poder para censurar, para coibir, para extorquir - que é a história da Dilma.

    Em nenhuma outra eleição, eu me senti tão mal. Voto no Serra para tirar a Dilma. Seo que é MUITO triste ter que escolher um candidato nessas condições. Ter que escolher por exclusão.

    E como tu diz, a culpa é nossa. A culpa é de quem vota errado. De quem não se importa com o rumo que as coisas estão indo. E isso, é a única razão que às vezes me faz pensar em sair desse país: a ignorância das pessoas, adquirida por vontade própria. Por conveniência.

    Grande abraço, Juliana.

    ResponderExcluir